Pastoral do Dízimo

Coordenação: Maria Regina Oliveira de Queiroz

Horário de reuniões: Primeira segunda-feira do mês às 20:00h

Atividades: Plantão no segundo domingo do mês em todas as Missas dominicais.

Promover o espírito de co-responsabilidade da comunidade, conscientizando paroquianos e devotos de São Judas Tadeu quanto à sua participação na vida e no dia a dia do Santuário. - Divulgar as dimensões do Dízimo: Religiosa, Social e Missionária. - Buscar alcançar o maior número possível de fiéis interessados em vivenciar O sentido da Partilha.

 

Contato:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


DÍZIMO 


“Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama a quem dá com alegria.” (2Cor 9,7)
 
 
O Catecismo da Igreja Católica (parágrafos 1269 e 1270), diz que logo após o batismo passamos a pertencer a Cristo e somos todos chamados a servir ao próximo por meio da participação de atividades apostólicas e missionária. Despertar os fiéis para este compromisso firmado através do batismo é o dever da Pastoral do Dízimo.
 
O objetivo principal da Pastoral do Dízimo é o desenvolvimento continuado de uma conscientização dos paroquianos sobre a sua responsabilidade para com a comunidade onde vive e participa.
 
A Pastoral do Dízimo procura fortalecer nos paroquianos o sentido de pertença, para que eles venham a interagir efetivamente na comunidade em que vivem, conscientizando-os de suas responsabilidades como cristãos, ajudando-os a fazerem gestos de partilha e a sentirem-se corresponsáveis pela sua comunidade, cada um de acordo com suas possibilidades.
 
O dízimo é uma doação regular do fiel, que todo batizado deve assumir. É uma forma concreta que o cristão tem para manifestar a sua fé em Deus e o seu amor ao próximo, pois é por meio dele que a Igreja se mantém em atividade, sustenta seus trabalhos de evangelização e realiza obras de caridade e assistência. Pelo dízimo, podemos viver as três virtudes mais importantes para todo cristão: a fé, a esperança e o amor-caridade, que nos levam mais perto de Deus.
 
 
O dízimo é um compromisso. Representa a nossa vontade de colaborar, de verdade, com o Projeto Divino neste mundo.
 
A palavra “dízimo” significa “décima parte”, e a sua origem está nos 10% que os judeus davam de tudo o que colhiam da terra com o seu trabalho. Também hoje todos são convidados a oferecer, de fato, a décima parte daquilo que ganham, mas isso não é um preceito: ninguém é obrigado e ninguém deve ser constrangido a fazê-lo. O importante é entender que o dízimo não é esmola. Deus, que jamais nos priva da nossa liberdade, merece a doação feita com alegria. - O que é doado de boa vontade faz bem a quem dá e a quem recebe!
 
Deus não desampara os que nele confiam